A pessoa diz que só fala se eu falar com ela…

Sabe aquela pessoa que diz que só fala se você falar com ela?? Pois bem, o que você pensa quando ouve ou lê isso? Posso pensar que deva ser uma sensação desmotivante por uma contextualização diminutiva de alguém que testemunha esse veredito, mas você já parou para pensar no porque uma pessoa diz isso?

Pois então, eu pensei em alguns fatores após refletir na minha própria vivência e busquei algumas teorias que pudessem me auxiliar e acabei encontrando para nosso bem, e agora vou compartilhar com você. Se formos pensar na questão de construir vínculos afim de estabelecer uma relação com alguém, será que alguém que diz isso está interessado em construir algo com você? Não necessariamente no intuito amoroso (embora seja onde mais acontece) mas no nível social também ocorre esse evento. A imagem que uma pessoa deixa através disso, é de que ela enaltece o tempo dela a ponto de diminuir o seu, o interesse não é recíproco em partir para uma construção conjunta. Pessoas que defendem enfaticamente isso, tem uma condição narcísica por trás achando que você é quem deva “correr” atrás dela, e se não, acaba sendo um mero tanto faz tanto fez.

Se isso ainda acontece com você ou já aconteceu, qual sensação aparece para você? Tempos atrás eu fiz uma enquete e pesquisa de campo, muita das pessoas que generosamente participaram  relataram se sentirem diminuída, pouco valorizadas e consideraram atitude de quem diz isso um tanto soberba, mas não souberam responder porque ainda insistiam em procurar a pessoa quando o interesse não era reciproco.

A reposta que talvez pudesse fazer sentido para elas, é que o tempo que valorizam para o outro é inferior ao que valorizam a si próprio. Será que isso acontece com você também? Nosso tempo também é valioso, logo estamos nos traindo a cada vez que procuramos uma pessoa que só conversa quando chamamos, não existe aquela interação construtiva, a troca mútua. O tempo dela é valioso também, claro mas o seu, o meu, o nosso também é e esse tempo deve ser bem investido em algo que nos traga prazer.

Seja sincero, quando alguém diz isso, está realmente interessada em no que você tem a oferecer? Dificilmente, mas uma coisa que acredito é que em meio a complexidade do ser humano existem algumas pontas de auto contradição, pois o que falam com você, é bem capaz de já terem ou passam por isso com outras pessoas.

Estar aberto para o novo ou para reestruturação permite abrir portas para novos caminhos para o crescimento seja ele emocional, afetivo ou espiritual, mas estando aberto, estará sendo assertivo e receptivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s